Loading...

Séries gratuitas

Curso básico de francês #2 – Como se apresentar

#2

Se você leu o artigo Não ficar mudo!, primeiro artigo do Curso Básico de Francês, provavelmente já está sabendo como se cumprimentar, se despedir, perguntar e responder se está tudo bem, ou seja, manter uma comunicação básica com outra pessoa em francês.

Mas e se a conversa for um pouquinho mais longe? Se a pessoa te perguntar seu nome, sua nacionalidade, se você fala outras línguas? Vamos ver isso juntos e ajudar você a se preparar para ir mais longe em uma conversa em francês. :D

Curso básico de francês #2 – Como se apresentar

Essa série foram 30 lives feitas pela Céline no começo do período de confinamento, e recebemos muitos pedidos para disponibilizá-la novamente.

Nossa equipe de professores, então, preparou um resumo de cada aula, com explicações, respostas das perguntas que aconteceram ao vivo, além de exercícios para você ver, rever e praticar!

Vamos começar?

Vamos começar vendo o Paulo se apresentando:

Enchanté !

Je m’appelle Paulo.

Je suis brésilien.

Je parle portugais et un peu français.

Vamos ver cada frase juntos, e preparar você para conseguir se apresentar também! 

A primeira palavra que você viu ali foi “enchanté”, que significa literalmente “encantado”, mas que é a expressão que usamos quando queremos dizer “prazer”, no momento em que conhecemos alguém. 

Então, já fica a dica: em francês, existe a palavra “plaisir”, que se traduz por “prazer” em português, mas que não vai ser usada nesse contexto de se apresentar! Quando você quiser dizer “prazer!” para alguém que está conhecendo, você vai dizer “enchanté(e) !

A segunda frase é “je m’appelle Paulo”, que significa “eu me chamo Paulo”. Então já sabe: je m’appelle – eu me chamo. Você pode reparar que esse “appeler” do francês tem a ver com “apelido”, em português, que é também uma forma de chamar alguém, não é mesmo? 😀

Na terceira frase você vê que o Paulo diz: “je suis brésilien” – “eu sou brasileiro”. Então aqui você aprende três coisas importantes: “je” – “eu”, “suis” – “sou” e “brésilien” – “brasileiro”.

Essa forma “je suis…” é o “eu sou…”, mas também pode ser “eu estou…” dependendo da situação. Ou seja, é o verbo “être”, que é em português o ser ou estar, e que você vai usar sempre, em muitos outros contextos! Então vamos aproveitar para já dar uma olhada como é a forma também com as outras pessoas gramaticais. Veja só:

Je suis

Tu es

Il / Elle est

Nous sommes

Vous êtes

Ils / Elles sont

Uma coisa muito importante em francês, e que é diferente do português, é o fato de que sempre devemos usar a pessoa para acompanhar o verbo. 

Como assim? Em português, você pode simplesmente dizer “sou brasileiro, somos contentes”, por exemplo, sem a necessidade de usar a pessoa (ou o que chamamos de pronome sujeito) “eu sou brasileiro, nós somos contentes”.

Em francês não: a pessoa, ou o tal pronome sujeito, sempre tem que acompanhar o verbo, por isso você tem que dizer “je suis brésilien, nous sommes contents”.

Como eles são muito importantes e vão aparecer o tempo todo, vamos aproveitar para já ver agora os tais pronomes sujeitos e a quem eles se referem em português:

Je eu 

Tu tu / você

Il  ele

Elle ela  

Nous nós

Vous – vocês / você (em um contexto formal)

Ils eles

 Elles – elas

Você pode perceber que quando for chamar alguém de “você”, se for em um contexto informal, você vai usar o “tu” em francês. O “vous” pode ser usado também para “você”, mas somente em um contexto formal. 

Mas fique atento: o “vous” geralmente é usado para “vocês”, no plural… Se for chamar de “você”, lembre-se: “tu” (com exceção de situações mais formais).

Agora que você já conhece a conjugação do verbo “être“, os pronomes sujeitos, vamos ver as nacionalidades. 😀

Como em português, no francês, também temos as formas masculina e feminina das nacionalidades. Em termos gerais, no francês acrescentamos um “e” na forma masculina para formar o termo feminino.

Então, veja só:

Il est portugais / Elle est portugaise

Il est français / Elle est française

Il est anglais / Elle est anglaise

Il est chinois / Elle est chinoise

Bom, e para terminar, vamos ver a última frase que o Paulo usou para se apresentar: “je parle portugais et un peu français” – “eu falo português e um pouco francês”. Nessa frase tem um verbo bem importante, que é  “parler” – “falar”. 

Parler” é um verbo regular que faz parte do primeiro grupo. Eita! O que que isso quer dizer? Calma! Eu explico… 

Isso quer dizer que, se você aprender as formas usadas para cada uma das diferentes pessoas desse verbo, ou seja, se souber conjugar esse verbo, você vai aprender um padrão que vai se repetir com nada menos do que 75 por cento dos verbos em francês!

Isso mesmo! Em francês, os verbos são separados em três grupos diferentes, e o maior deles é o primeiro, com mais de 6000 verbos. O que isso significa? Que aprendendo a conjugar um verbo desse grupo, você vai aprender a conjugar mais de 6000 verbos!

Quer ver? Olha só:

Parler” termina com “er”, assim como todos os outros verbos do primeiro grupo. Para ver as formas usadas com as diferentes pessoas, basta você tirar essa parte “er” e acrescentar as terminações de cada pessoa, assim:

Parler

Je parle

Tu parles

Il / Elle parle

Nous parlons 

Vous parlez

Ils / Elles parlent

Além disso, você pode perceber que a pronúncia do verbo em “je parle”, “tu parles”, “il / elle parle” e “ils / elles parlent” é sempre a mesma, só muda mesmo a forma  escrita: a pronúncia para todas essas pessoas é sempre [paʀl].

Tranquilo, né? Agora se quiser saber certinho como pronunciar cada uma dessas palavras, vai lá ver e rever, repetindo junto, para você se adaptar ao francês da forma mais natural possível!



 


Aqui começam os exercícios!


 


Este exercício é somente para usuários logado.


Publicado por Tassiana

Formada em Letras Clássicas e Língua e Cultura Francesa, mestre em Estudos da Linguagem, é apaixonada pela origem das palavras e pelo ensino de língua francesa.
Compartilhar no facebook
Compartilhar este post no Facebook

POSTS RELACIONADOS