Loading...

Séries gratuitas

Conjugação fácil! Verbos irregulares #2

Você já conhece a série
Conjugação fácil! Verbos irregulares #2

Continuando com nossa série Francês todo dia! Se você não sabe do que se trata, foram 30 lives feitas pela Céline no começo do período de confinamento, e recebemos muitos pedidos para disponibilizá-la novamente.

Nossa equipe de professores, então, preparou um resumo de cada aula, com explicações, respostas das perguntas que aconteceram ao vivo, além de exercícios para você ver, rever e praticar!

Vamos começar?

A primeira pergunta que a gente deve se fazer ao aprender a conjugar os verbos irregulares é: como identificá-los?

Se você chegou à conjugação dos verbos irregulares, provavelmente já percorreu o caminho tradicional e aprendeu a conjugar os verbos do primeiro e do segundo  grupos. Nesse caso, você já sabe que os verbos do primeiro grupo terminam em er, e já os do segundo terminam em ir. Ora, dessa forma, todos os verbos restantes pertencem ao terceiro grupo, o grupo dos irregulares.

Mas quais são as terminações desses verbos? Temos um post aqui no blog com uma tabela de terminações possíveis. Você pode acessá-lo clicando aqui. Mas para abordar mais um pouquinho esta questão, podemos dizer que o único verbo terminado em er que pertence ao terceiro grupo é o verbo aller (ir). Já a terminação ir tem diversas exceções: alguns são regulares do segundo grupo, outros pertencem ao terceiro. As duas terminações mais famosas do terceiro grupo são re, comme em prendre (pegar, tomar) ou connaître (conhecer), e oir, como em vouloir (querer) ou devoir (dever).

Aqui vão os verbos que a Céline ensina nesse vídeo:

Dica #1 Ferramentas para consultar

Você não precisa esperar ter decorado todos os verbos em exercícios de repetição para começar a utilizá-los. O ideal é você começar a praticar e aos poucos ir absorvendo esse conteúdo, de forma natural. Você pode tentar escrever, ler, conversar em aplicativos e redes sociais e participar das aulas de conversação. Nessas situações, conforme as dúvidas forem surgindo, é muito útil ter em mãos algumas ferramentas para consulta rápida. Aqui vão três opções:

1. O bom e velho Bescherelle Conjugaison: um livreto vermelhinho, clássico para quem já estudou francês antes da era virtual. Muitos franceses também já usaram. Você o encontra em qualquer livraria. Ele contém a conjugação dos principais verbos da língua francesa, em todos os tempos verbais.

2. Sites e aplicativos: uma vantagem da Internet é que o aprendizado do francês se tornou muito mais acessível. É possível ter acesso a muitos conteúdos de maneira rápida e muitas vezes gratuita. É o caso de diversos sites e aplicativos de conjugação. Recomendamos La Conjugaison ou Le Conjugueur.

Dica #2  Ferramentas para praticar

Existem diversas maneiras de praticar a gramática no dia a dia. Uma delas são os livros de exercícios gramaticais, que reúnem explicações e exercícios de fixação. Recomendamos a clássica Grammaire Progressive de Français, mais qualquer gramática francesa com exercícios funciona.

Para quem gosta mesmo é de praticar conversando, você pode instalar o aplicativo Tandem, que funciona como um app de encontros para fins pedagógicos. Você pode escolher o perfil de uma pessoa que queira treinar os mesmos idiomas e pode conversar por chat, áudio ou até mesmo pessoalmente.

É sempre bom lembrar que o nosso curso, En France, oferece encontros de conversação ao vivo com professores de francês mediando os debates e tirando as dúvidas que podem eventualmente surgir nas conversas.

Dica #3 Aprenda com música

Todo mundo adora música, e a boa notícia é que ela pode ajudar sim a internalizar estruturas do idioma. Isso vai funcionar de acordo com seu grau de comprometimento. A longo prazo apenas ouvir música em francês regularmente já auxilia na assimilação de fonemas e estruturas. Mas se você quiser acelerar este processo, também vale ouvir com a letra, tentar compreender, talvez traduzir, cantar, repetir frases lentamente. Também pode tentar ouvir e transcrever a letra, de acordo com o grau de dificuldade da música, claro!

A dica de ouro é: se você é muito iniciante e não se sente seguro para transcrever a letra completa de uma música, pode começar treinando pelo site lyricstrainging. Esse site permite escolher músicas de acordo com o idioma ou o nível do aluno. Em seguida, você pode ouvir a música e preencher apenas as palavras que faltam na legenda! É um jogo viciante!

Além de todas essas dicas, também vale treinar um pouquinho aqui no nosso blog. Vamos lá?

Este exercício é somente para usuários logados.


Gostou da música? Para ouvir essa e outras do Yannick Noah, acesse:

Publicado por Fernanda

Doutoranda em literatura francesa em Québec (a cidade!), também ensina yoga em francês nas horas vagas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar este post no Facebook

POSTS RELACIONADOS